Digestivo Cultural: 10 anos de autenticidade | Wellington Machado | Digestivo Cultural

busca | avançada
50039 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Digestivo 10 Anos

Terça-feira, 19/10/2010
Digestivo Cultural: 10 anos de autenticidade
Wellington Machado

+ de 3500 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Se o leitor fizer uma busca na internet, digitando o nome do jornalista Sérgio Augusto, chegará ao Digestivo Cultural já nos primeiros itens da pesquisa. Não sei por quais tipos de conexões virtuais, por coincidências, intercalações, ligações metafísicas ou até, para os crentes, por determinismo, o nome do Sérgio parece andar sempre atrelado ao do site. Afinidade? Assim espero, pois ter boas influências só nos faz crescer. O fato é que eu também, assim como centenas (talvez milhares) de leitores, descobri o Digestivo Cultural lendo o Sérgio Augusto. Se o portal tivesse um paraninfo, certamente o jornalista seria um dos mais cotados a assumir o posto.

Fazendo um exercício de memória, tento reconstruir o ambiente cultural brasileiro de dez anos atrás, quando surgiu o Digestivo. Lembro que tínhamos algumas publicações culturais importantes, mas já cambaleantes, assustadas com as ameaças e as incertezas trazidas pelo crescimento da internet. As revistas Bravo! e Cult viviam o seu auge, o programa Manhattan Connection tentava se recuperar da perda do Paulo Francis, os cadernos culturais dos jornais de domingo ainda eram densos. Iniciante na rede social, ciscando aqui e ali, eu lia com frequência dois sites, talvez os desbravadores culturais da rede: o No Mínimo e o Digestivo Cultural.

Ao comemorar seus dez anos, o Digestivo resiste bravamente (o No Mínimo já não existe; vários sites se perderam pelo caminho; surgiram os blogs, "facebooks", o Twitter) e segue firme, com vitalidade. Mas resiste não só pelo que ele "é", mas muito também pelo que ele "não é". A força do portal está no seu caráter inovador, no ineditismo e na sua autenticidade, características que o tornam único.

Existem várias revistas literárias na rede, muitas delas de excelente qualidade, onde escritores, consagrados ou não, publicam seus contos, poesias, críticas, ensaios etc. O Digestivo Cultural "não é" mais uma dessas revistas literárias. Como também "não é" um portal de publicação de textos de ficção, cuja função é atribuída mais aos suplementos literários (virtuais ou impressos) ― temos vários exemplos de sites nesses moldes, cuja importância é também inquestionável. E o Digestivo também "não é" uma plataforma de textos acadêmicos, carregados de referências bibliográficas e notas de rodapé. Assim como "não é" um portal agregador de blogs individuais. Nada contra os exemplos citados, mas o que quero dizer é que o Digestivo Cultural criou um nicho, inventou algo que não existia, qual seja, jornalismo cultural produzido por anônimos, por gente que vive, respira e venera cultura, mas que não é necessariamente jornalista. Talvez seja essa a razão da sua longevidade ― que não é pequena ante a volatilidade na rede.

No que tange ao que o Digestivo "é", há de se destacar dois pontos globais que talvez passem despercebidos ao leitor: o seu caráter democrático e, por consequência, a sua diversidade ― de pessoas escrevendo e de temas abordados no portal. Em se tratando de temas, a única exigência que se faz é que a cultura esteja de alguma forma envolvida nos textos. Música, literatura, teatro, cinema, culinária, televisão; tudo é possível, desde que "digerido" sob a lente cultural.

Há de se ressaltar a total liberdade de criação e de temas. Muitos desses aspectos só podem ser notados por quem participa do site. Escreve-se aqui sobre Paulo Coelho, Senhor dos Anéis, Harry Potter ou vampiros, com a mesma seriedade e respeito com que se fala de Saramago, Philip Roth, Matisse ou Mozart. Não há restrições também quanto ao gênero textual. Quem determina se vai fazer crítica, ensaio, reportagem, crônica ou resenha é o autor. Tamanha liberdade facilita o tratamento argumentativo do texto que, ressalto também como algo autêntico no Digestivo, muitas vezes acontece de maneira transversal, interdisciplinar até, alinhando literatura e filosofia, cinema e literatura, música e cinema etc.

E a diversidade está presente também no rol de colunistas (homens e mulheres), provenientes das mais diversas cidades do Brasil, de norte a sul, de leste a oeste. Muito antes de se levantar a questão da exigência (ou não) do diploma de jornalismo como pré-requisito para escrever na imprensa, o Digestivo já antecipava a tendência "liberal", permitindo a qualquer pessoa, de qualquer profissão, fazer jornalismo cultural de maneira autodidata ou intuitiva ― como acontecia antigamente; haja vista os exemplos de Otto Maria Carpeaux, Paulo Francis, Nelson Rodrigues e do próprio Sérgio Augusto, que aprenderam o ofício na prática.

E além dos colunistas, o Digestivo Cultural frequentemente abre espaço para colaboradores eventuais, que contribuem invariavelmente com textos de alta qualidade. E o mais importante: todos gozam de um espaço invejável para se expressar aqui. Isso é uma raridade! Como é notório, a tendência nos veículos de imprensa é encurtar e condensar os textos o máximo possível, para que sejam lidos com rapidez, condizentes com a correria contemporânea. Já o Digestivo incentiva a produção de textos mais elaborados, analíticos, que busquem concatenar ideias e proposições, sem maiores preocupações com o tamanho ou limite de toques.

Essa liberdade em relação ao espaço, quesito indispensável no exercício do jornalismo cultural, está presente também nas entrevistas, muitas delas extensas, abrangentes e profundas, que o portal realiza. E estão presentes nelas também o caráter democrático a que eu me referia, pois o Digestivo nunca exigiu que o entrevistado fosse obrigatoriamente uma celebridade. Para ser entrevistado, basta ter algo interessante a dizer sobre cultura ou sobre seu ofício.

Há de se destacar também o equilíbrio nos textos publicados no Digestivo Cultural (outra vez o sentido democrático). Ao dar espaço aos "anônimos", o portal não vira as costas para o bom texto produzido na grande imprensa. Nada é encarado de forma radical pelos editores. Os melhores textos literários publicados em grandes jornais merecem ser divulgados e têm lugar garantido no site. Um bom exemplo são os ensaios reproduzidos no Digestivo (devidamente autorizados), de jornalistas, intelectuais e escritores de renome.

Comemorar os dez anos do Digestivo significa enaltecer o lugar que ele conquistou na internet. Sua importância se deve, não há como não mencionar, ao arrojo dos editores: visão empreendedora, capacidade de antecipar tendências e levar esse veleiro de acordo com a direção do vento, mesmo em meio a intempéries. Acreditar na possibilidade de se fazer jornalismo cultural fora do mainstream, com uma linha editorial democrática, independente e apartidária é um dos grandes méritos dos que fazem o Digestivo Cultural.

Nota do Editor
Wellington Machado de Carvalho mantém o blog Esquinas Lúdicas.


Wellington Machado
Belo Horizonte, 19/10/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Notas confessionais de um angustiado (IV) de Cassionei Niches Petry
02. A coerência de Mauricio Macri de Celso A. Uequed Pitol
03. Apresentação: Ficção e Sociedade de Heloisa Pait
04. Contra a breguice no Facebook de Marta Barcellos
05. Leblon de Marta Barcellos


Mais Wellington Machado
Mais Acessadas de Wellington Machado em 2010
01. A ilusão da alma, de Eduardo Giannetti - 31/8/2010
02. Enquanto agonizo, de William Faulkner - 18/1/2010
03. Meu cinema em 2010 ― 1/2 - 28/12/2010
04. Guimarães Rosa em Buenos Aires - 28/9/2010
05. A sombra de Saramago - 3/8/2010


Mais Especial Digestivo 10 Anos
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
21/10/2010
04h28min
Pelo processo democrático do Digestivo, crescemos num contexto da diversidade.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SALTO - UMA REVOLUÇÃO EM ESTRATÉGIA CRIATIVA NOS NEGÓCIOS
BOB SCHMETTERER
CULTRIX / MEIO&MENSAGEM
(2003)
R$ 10,00



FANTASMA: CASAMENTO E LUA-DE-MEL (EDIÇÃO HISTÓRICA)
MÁRIO AMIDEN (EDITOR)
RIO
(1979)
R$ 50,00



MODELOS EM PSICOLOGIA
EVA NICK & HELIANA RODRIGUES
PSYCHE / ZAHAR
(1977)
R$ 10,00



EXPANSÃO GEOGRAPHICA DO BRASIL COLONIAL
BASILIO DE MAGALHÃES
CIA. ED. NACIONAL
(1935)
R$ 30,00



INTRODUCTION TO VASCULAR ULTRASONOGRAPHY
WILLIAM J. ZWIEBEL
SAUNDERS
(1992)
R$ 60,00



PESQUISAS E ARQUIVOS POLITICOS DO PKB
PAULO KONDER BORNHAUSEN
INSULAR
(2001)
R$ 27,82



A ÁRVORE AQUELA
VERA PEDROSA
COSAC & NAIFY
(2015)
R$ 6,00



CONAN O AVENTUREIRO - NÚMEROS 1 A 3
ROY THOMAS; RAFAEL KAYANAN
ABRIL
(1995)
R$ 19,71



O FIM DO BRASIL
FELIPE MIRANDA
ESCRITURAS
(2014)
R$ 6,90



LIVRO DAS FEITICEIRAS: A TRADIÇÃO DOS FILTROS E ENCANTAMENTOS DE
MIRANDA ARROYOS DE SAN THIAGO
PALLAS
(2009)
R$ 37,95





busca | avançada
50039 visitas/dia
1,2 milhão/mês