Marina Silva (a terceira via?) | Rafael Rodrigues | Digestivo Cultural

busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ação Social
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> forças infernais
>>> 20 de Abril #digestivo10anos
>>> Pensando sozinho
>>> Minha casa, minha cama, minha mesa
>>> Aranhas e missangas na Moçambique de Mia Couto
>>> Novos Melhores Blogs
>>> Reflexões para um mundo em crise
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
Mais Recentes
>>> Marx e a Superação do Estado de Ademar Bogo pela Expressão Popular (2018)
>>> Ivan Serpa de Hélio Márcio Dias Frerreira (Org.) pela Funarte (2004)
>>> A Viúva Cliquot de Tilar J. Mazzeo pela Rocco (2007)
>>> O Que É uma Revolução? de Álvaro García Linera pela Expressão Popular (2017)
>>> Réquiem para o Sonho Americano de Noam Chomsky pela Bertrand Brasil (2017)
>>> História da Sexualidade 3 - O Cuidado de Si de Michel Foucault pela Paz & Terra (2017)
>>> História da Sexualidade 2 - O Uso dos Prazeres de Michel Foucault pela Paz & Terra (2017)
>>> O Hobbit: A desolação de Smaug : guia ilustrado de Jude Fisher pela WMF Martins Fontes (2013)
>>> Contos Novos de Mário de Andrade pela Nova Fronteira (2015)
>>> Alex Vallauri - Da Gravura ao Grafite de Beatriz Rota-Rossi pela Olhares (2013)
>>> Pornografia de Witold Gombrowicz pela Companhia das Letras (2009)
>>> O Belo Perigo de Michel Foucault pela Autêntica (2016)
>>> A Grande Estrangeira - Sobre Literatura de Michel Foucault pela Autêntica (2016)
>>> Dicionário de Sinais e Sintomas no Diagnóstico de Ismar Chaves da Silveira pela Epub (2002)
>>> Contos e Poemas (seleção) de Mário de Andrade pela Expressão Popular (2017)
>>> Origem de Thomas Bernhard pela Companhia das Letras (2006)
>>> Amor Ao Pé Da Letra de Melissa Pimentel pela Paralela (2015)
>>> Plantas de Cobertura do Solo Caracteristicas e Manejo Em Pequenas . de Claudino Monegal pela Autor (1991)
>>> Os Honorários Advocatícios na Justiça do Trabalho - de Carlos Roberto Ramos pela : Conceito (2013)
>>> 1985 - o Autor de Laranha Mecânica Contesta o 1984 de Orwell e Mostra de Anthony Burgess pela Lpm (1980)
>>> Ciencias Criminais - Articulacoes Criticas Em Torno dos 20 Anos da Con de Ana C. B. de Pinho pela Lumenjuris (2009)
>>> Manual de Anestesia Em Pequenos Animais - de Paddleford pela Roca (2001)
>>> Las Investigaciones de Alvirah y Willy de Mary Higgins Clark pela Plaza & Janes (1998)
>>> Manual de Direito Constitucional - Volume Único de Marcelo Novelino pela Metodo (2014)
>>> Surfing and Health: Expert, Medial and Advice de Joel Steinman pela Meyer (2019)
>>> Competition in Global Industries de Michael E. Porter pela : Harvard Business School (1986)
>>> 22/11/63 - Novela de Stephen King pela Plaza Janés (2012)
>>> Guia Autorizado Adobe Photoshop 7. 0 - Com Cd - Livro de Treinamento de O mesmo pela Makron Books (2003)
>>> Instrumentos Musicales Precortesianos de Samuel Marti pela Inah (1968)
>>> Lo Mejor de La Siesta Inolvidable de Jorge Halperín pela Aguilar (2005)
>>> Novo Comentário Bíblico Contemporâneo - Lucas de Graig A. Evans pela Vida (1996)
>>> Etiquette For Outlaws de Rob Cohen pela Harper Entertainment (2001)
>>> Caixa de Pássaros de Josh Malerman pela Intrinseca (2015)
>>> Retratos e Fotogramas: Isabelle Huppert de Sesc SP pela Sesc (2009)
>>> As minas de Salomão de Eça de Queiroz pela Livraria Lello
>>> Sim Não de Jussara Braga pela do Brasil (1987)
>>> Alves & C.a de Eça de Queiroz pela Livraria Lello (1928)
>>> Fogo no Céu! de Mary França - Eliardo França pela Ática (1991)
>>> Contos de Eça de Queiroz pela Livraria Lello (1934)
>>> An Amazing Story de Telma Guimarães Castro Andrade pela Atual (1996)
>>> O crime do Padre Amaro de Eça de Queiroz pela Livraria Lello (1935)
>>> Codorna - Criação - Instalação - Manejo de Irineu Fabichak pela Nobel (1987)
>>> Guerras Secretas -Super-Heróis Marvel de Alex Irvine pela Novo Século (2016)
>>> Cartas de Inglaterra de Eça de Queiroz pela Livraria Lello
>>> Cem Anos de Iberê de Luiz Camillo Osorio pela Cosac Naify (2014)
>>> Dia de Aninha de Ciça Alves Pinto pela Global (1996)
>>> Lasar Segall Un Expresionista Brasileño de Ivo Mesquita, Jorge Schwartz e outros pela Takano (2002)
>>> The White Mountains de John Christopher pela Longman (1974)
>>> Laje de Santos, Laje dos Sonhos de Guilherme Kodja Tebecherani, Ana Paula Pinto e outros pela Globo (2009)
>>> Ulster Story de Michael Villeneuve pela Longman (1977)
COLUNAS >>> Especial Eleições 2010

Sexta-feira, 16/7/2010
Marina Silva (a terceira via?)
Rafael Rodrigues

+ de 4500 Acessos
+ 4 Comentário(s)


Marina Silva no traço de Paulo Caruso

Quando se fazem comentários ou previsões sobre uma eventual vitória de Marina Silva nas eleições para a Presidência da República, um dos pontos mais abordados se refere à governabilidade. O escritor Milton Hatoum, ele mesmo um amazonense, e talvez seja por isso que vê com bons olhos a candidatura de uma pessoa verdadeiramente preocupada com o meio-ambiente e com o desenvolvimento sustentável, diz, em um artigo, que "se Marina Silva for eleita, seu primeiro grande desafio será a governabilidade. Como o PV vai obter uma maioria no congresso nacional? Com minoria no congresso, é impossível governar. É nesse momento que a chantagem e a barganha por cargos entram escancaradamente em cena e minam as boas intenções de qualquer Presidente da República".

Lembremos que, em nome da governabilidade, o presidente Lula e o PT fizeram as mais improváveis e escusas alianças políticas já vistas no Brasil. Nunca antes na história desse país, para utilizar um dos bordões do presidente, vimos tantos conchavos até então impossíveis de serem realizados. Foi em nome da governabilidade que o PT apoiou José Sarney, figura sempre envolta nos mais abomináveis fatos e escândalos. Foi em nome da governabilidade que o PT recebeu, de braços abertos, o apoio de Fernando Collor de Mello, aquele nosso ex-presidente que, entre outras coisas, transformou a economia brasileira em um verdadeiro caos.

Tais alianças foram/são defendidas com unhas e dentes por petistas. Segundo eles, foram acordos inevitáveis; caso não fossem feitos, seria muito mais difícil ter a maioria necessária no Congresso para aprovar projetos etc. Daí que o raciocínio lógico, quando se trata de uma eventual vitória de Marina Silva, é mais ou menos o seguinte: se o PT, que é um grande partido, que vem ganhando terreno nas últimas eleições, aumentando o número de prefeitos, governadores e deputados eleitos, tem dificuldades para governar e precisa trocar apoio com José Sarney, Fernando Collor e outros que tais, o PV, pequeno que é, não conseguiria fazer nada, aprovar nada, propor nada. Caso a chapa do PV vença a eleição, o Brasil seria "ingovernável".

Questionada sobre isso em sua mais recente participação no programa Roda Viva, da TV Cultura, transmitido no dia 14 de junho de 2010, a candidata disse que iria tentar o que nunca antes foi tentado: uma conversa com PT e PSDB, para quem sabe desse diálogo surgir uma coalizão em prol do Brasil. É utópico? É. Mas é impossível? Não.

A eleição de Lula em 2002 foi um acontecimento excepcional, é verdade, mas se comparada com uma eventual vitória de Marina Silva, não seria tão emblemática. Antes de 2002, Lula disputou três vezes a presidência. Em mais de dez anos tentando chegar ao Planalto, não apenas ele, mas também o PT mudou bastante. Deixou de lado certos posicionamentos extremados e foi, de certa forma, se centralizando. Tanto Lula quanto seu partido se distanciaram da esquerda utópica e se aproximaram da esquerda possível. Não foi à toa que, durante a campanha, chamavam o então candidato de "Lulinha paz e amor". Isso é tão visível a olhos nus que a distância entre a esquerda defendida hoje pelo PT e a direita, representada com mais destaque pelo PSDB, não é a mesma de 8 anos atrás.

Quando Barack Obama foi eleito presidente dos Estados Unidos, em 2008, muita gente comparou o acontecido com a vitória de Lula em 2002. Mas a candidatura que mais tem semelhanças com a de Obama é justamente a de Marina Silva. Primeiro, pela cor da pele. Dizemos que não, mas somos, sim, uma nação preconceituosa. Apesar de nossa população ser composta, em sua maioria, por pessoas negras, o Brasil tem constantemente provado ― e isso volta e meia é noticiado ― que é um país racista. Não tanto como os Estados Unidos são/foram, é verdade, mas um grande número de brasileiros carrega esse preconceito deplorável em suas costas. Segundo porque Obama venceu a eleição na primeira vez em que disputou, o que pode acontecer agora, com Marina. E terceiro porque teríamos no poder uma pessoa preocupada com o desenvolvimento sustentável e com o meio ambiente ― apesar de o presidente norte-americano estar desapontando não apenas sua nação, mas o mundo inteiro, no que se refere às questões ambientais.

É preciso reconhecer que o Brasil progrediu muito nos últimos 8 anos. Não há como negar que o governo Lula fez muitos avanços, mas é preciso também admitir que muito mais poderia ter sido feito. A educação não pode ser tratada como vem sendo, por exemplo ― nem pode ser tratada de maneira pior, como fez o governo anterior; uma ironia, aliás, visto que o ex-presidente é um intelectual que coleciona títulos de doutor honoris causa, conferidos por diversas universidades conceituadas. A saúde pública, no Brasil, merece maiores cuidados, mais investimentos, assim como a segurança pública. Entre os três candidatos à presidência de maior destaque, Marina Silva é provavelmente a que melhores condições tem de lidar com esses assuntos, que deveriam ser "prioridade zero", como diria Lula, mas que não foram assim tratados pelo seu governo.

Mesmo sendo a mais íntegra e equilibrada entre os três principais candidatos, Marina Silva vem sendo constantemente alvo de mal-entendidos e comentários levianos por conta de sua religião. De formação católica, Marina converteu-se ao evangelismo, e sua escolha religiosa não é bem vista por muitas pessoas. Suas declarações sobre questões polêmicas como aborto e casamento entre pessoas do mesmo sexo volta e meia são distorcidas. No Roda Viva ela, mais uma vez, esclareceu sua visão a respeito desses assuntos: quanto ao aborto, prefere que seja feito um plebiscito para as questões não previstas em lei (a legislação brasileira permite o aborto em caso de gravidez consequente de estupro, por exemplo); sobre os homossexuais, ela é contra qualquer tipo de preconceito ― óbvio ― e é a favor da união civil, mas é sincera ao dizer que não é a favor do casamento. São posições muito claras e sinceras, mas ainda há quem tente inventar factóides para prejudicar a candidata. Um jogo sujo e baixo, coisa que infelizmente predomina na política.



Depois da vitória do PT em 2002, criou-se o slogan de que "a esperança venceu o medo". Agora, depois desses 8 anos de governo Lula, talvez o slogan devesse ser outro. "As promessas deram lugar à incompetência", ou algo do tipo. A esperança, a verdadeira esperança, de um país mais justo e mais igual, e não apenas aparentemente igual ― porque, da forma como as coisas foram feitas, a distribuição de riqueza no país continua a mesma e, se falarmos a verdade, não foram as classes mais baixas que foram "promovidas" à classe média, mas sim a classe média que caiu alguns degraus ― renasce agora, na figura de Marina Silva. Uma mulher negra que trabalhou em seringais, foi empregada doméstica, estudou, diplomou-se, elegeu-se senadora por um estado que dizem não existir (o Acre; mas foi de lá que também veio o gênio Armando Nogueira) e que agora tem a chance de chegar à Presidência da República Federativa do Brasil. Sua luta, como já disseram por aí, parece a de um Davi contra não apenas um, mas dois Golias. Ela pode vencê-los? Nós podemos finalmente fazer deste país uma terra mais justa para todos?

Sim, ela pode. Sim, nós podemos.

Nota do Autor
Meus sinceros agradecimentos a Diogo Salles, Guilherme Montana e Rafael Fernandes pelas conversas sobre política, que foram de suma importância para a finalização deste texto.


Rafael Rodrigues
Feira de Santana, 16/7/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Qual é a alma da cidade? de Ana Elisa Ribeiro
02. De Cuba, com carinho de Alexandre Inagaki
03. Cuidado: Texto de Humor de Lisandro Gaertner
04. A educação atual de nossas crianças de Marcelo Maroldi
05. Jornalismo: as aulas de Joel Silveira de Fabio Silvestre Cardoso


Mais Rafael Rodrigues
Mais Acessadas de Rafael Rodrigues em 2010
01. Meus melhores livros de 2009 - 22/1/2010
02. O altar das montanhas de Minas - 21/5/2010
03. O grande jogo de Billy Phelan - 2/4/2010
04. O petista relutante - 29/10/2010
05. Sobre o preço dos livros 1/2 - 20/8/2010


Mais Especial Eleições 2010
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/7/2010
12h58min
Boa tarde! Excelente e muito oportuno o texto. Acho que estamos vivendo o momento mais importante, até agora, da política nacional. Como foi dito em relação ao nosso FHC, os títulos de mestre, dr. etc. são de suma importância para que o "feitor" possa gerir qualquer "empreendimento ou governo". Conhecimento é fundamental. Mas não é tudo, o que vale mesmo é a índole o, caráter da pessoa. Existe muito "bandido" por aí com título de dr. no exterior... E chega de assistencialismo, resgatar a dignidade do povo brasileiro, sim, é o caminho.
[Leia outros Comentários de Célio José Ramiro]
17/7/2010
13h29min
Com relação ao "nosso planeta", não importa se ganhando Marina ou outro candidato: mudem! É de responsabilidade de todos os cuidados com o meio ambiente, então mude seus maus hábitos. Alguns oportunistas fazem parecer modismo o assunto, mas não é! É urgente, estamos acabando com a vida do "nosso planeta", ou seja, com a nossa própria existência. Não deixem só para os "nossos governantes". Faça já. Pequenas ações podem ser começadas agora.
[Leia outros Comentários de Célio José Ramiro]
19/7/2010
18h52min
Banco Central que não diminui o custo do dinheiro, contribuindo para os grandes investidores/especuladores acumular mais e mais riqueza... Na morte não levam nada. Quando em vida, se ela lhes deu a graça de serem competentes para ganhar dinheiro, que ele seja meritório para atender a quem não tem essa facilidade de saber "fazer" falcatruas e improbidades administrativas. Basta tirar o excesso de uns. Ninguém consegue almoçar mais de um quilo por vez. O resto é mesmo resto. Ganância, simplesmente. Abraços.
[Leia outros Comentários de Cilas Medi]
23/7/2010
08h55min
O problema que nós temos no Brasil é o mesmo que há nos EUA. Os governantes, não importando o partido nem os discursos, são apenas marionetes dos financistas do Estado (vejam e investiguem quem é a elite no Brasil). Essa elite financia todos os partidos, assim nosso poder de voto fica anulado. Nenhum presidente "governa" para o povo, todos "controlam" o povo em prol dos interesses das grandes corporações e seus grandes banqueiros. A pressão exercida pela elite que controla o Estado não dá poder de governabilidade a absolutamente nenhum de seus marionetes. Quem ainda acredita nessa bobagem, que os governantes têm o poder da governabilidade? O poder de voto do cidadão, é influenciado e controlado pela mídia. É esta quem define qual será eleito, e de tal forma, que ilude numa falsa autonomia, ou livre escolha. E por favor, parem de propagandear, que o Brasil é um país racista. Racista é a elite do Brasil e não todo o povo. Marina não será eleita porque a elite tem outros planos para ela.
[Leia outros Comentários de Márcia Zaros]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS SEGREDOS DOS HOMENS MAIS RICOS DO MUNDO
STEVEN K. SCOTT
THOMAS NELSON BRASIL
(2013)
R$ 19,99



DECAMERÃO
GIOVANNI BOCCACCIO
ABRIL
(1970)
R$ 14,00



MAQUIAGEM
DUDA MOLINOS
SENAC
(2002)
R$ 70,00



HISTÓRIAS DE CRONÓPIOS E DE FAMAS
JÚLIO CORTAZAR

R$ 15,00



A MISÉRIA E OS DIAS - HISTÓRIA SOCIAL DA MENDICÂNCIA NO CEARÁ
MARIA NEYÁRA DE OLIVEIRA ARAÚJO
HUCITEC
(2000)
R$ 12,00



CONTOS BRASILEIROS - ANTOLOGIA ESCOLAR DE OURO
IVO BARBIERI MARIA MECLER KAMPELL

R$ 5,00



LINGUAGENS, ESPAÇOS E TEMPOS NO ENSINAR E APRENDER
ALDA JUDITH ALVES-MAZZOTTI, VERA MARIA CANDAU
DP&A450
(2000)
R$ 9,28



O JORNAL DE ONTEM
HENRIQUE NICOLINI
PH
(2006)
R$ 12,00



DELUXE GUIDE: VENICE
NÃO INFORMADO
BERLITZ
(1989)
R$ 10,00



SECULO XXI LINGUAGENS E TEXTO LÍNGUA PORTUGUESA 9º ANO
ALFREDO BOULOS JÚNIOR
NACIONAL
(2009)
R$ 80,00





busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês