Em busca de extrema unção | Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida

busca | avançada
27903 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Quarta-feira, 3/2/2016
Em busca de extrema unção
Raul Almeida

+ de 400 Acessos

Confesso que me cansei das últimas conversas do meu amigo, que só não tem cadeira cativa no bar ali na rua São José, por não aceitar privilégios.

- O dono até já falou em colocar uma plaquinha de exclusividade na minha mesa. Mas, os bares não são mais como antigamente e trocam de dono com frequência. O cara vende, chega um novo proprietário. Vai que os temperamentos não combinam, a placa é retirada, sabe como é, nessa idade não quero mais perder pontos que, porventura, tenha o prazer de conquistar, comentou certa vez.

As suas falas recentes me deixaram um pouco triste.

Faltou aquela picardia, aquela verve, a inventividade de me levar para um canto do assunto e terminar no outro, geralmente hilário e de pouco ou nenhum drama. Mas já que atravessei a Guanabara, resolvi o que tinha que resolver e a travessura do chope vespertino sempre pisca seus olhos concupiscentes, nada melhor do que fazê-lo em companhia de um conversador, ainda que fora dos seus melhores momentos.

A recepção calorosa me fez esquecer a reflexão sobre os últimos encontros, já que um sorriso fraterno, um aperto de mão e um abraço sincero, valem mais do que qualquer descaminho verborrágico-emocional.

- Quase um mês que você não aparece! Já estava pensando que tinhas voltado lá para o planalto paulista.

Já sei, está recebendo a aposentadoria no banco mais próximo de casa: Tá com medo dos pivetes! Ou será que a senhora andou dando broncas pelos atrasos quando vens ao Rio?

- Nada disso. O banco sempre foi o mais perto. Não carrego dinheiro. Pago com cartão de débito e pivetes atacam mais os velhos mancos e velhotas com bolsas. E quanto a minha mulher, acho até que fica feliz em me ver saudável, indo para lá e para cá e mais, sempre levando uma dessas tuas historias para contar.

Quanto a voltar... É outro assunto. Um dia te conto. Meu coração ainda está por lá. Não volta. Quarenta anos não se apaga com um caminhão de mudanças. E, cá pra nós, a comida é muito melhor mesmo!

As feiras, os mercados, o pastel... Deixa pra lá. De vez em quando dou uma esticada para um fim-de-semana.

- Interessante. Conheço um mundo de gente daqui que faz o inverso: Deixa o coração aqui aproveita o bom de lá por alguns dias, feriados, aquelas coisas.

Mas deixa eu te contar a mais nova

. Pensei em controlar a situação, falando da corrida de lanchas a ser realizada no fim de semana. Mas não deu certo. Sua habilidade com as palavras cortou-me em três lances como num xeque Pastor

-É. O dinheiro vai aparecendo e com ele as novidades. Esse esporte é bancado pelos donos do petróleo, eu acho. E coisa para televisão, pois em pé ali no flamengo, o que é que dá pra ver? Uns risquinhos brancos sobre a agua. Deve ser interessante mas não vai me pegar. Talvez você consiga alguma coisa se tiver um binoculo e for lá para a varanda do MAC, de Niterói, ou mesmo na orla da Boa Viagem.

- Você conhece o meu lugar!

- Claro. Alguém me falou que tinha a melhor vista do Rio e fui conferir, disse entre risadas.

Então escuta só. Eu estava aqui sentado, olhando a rua e, subitamente, a mesa do lado ficou ocupada com uma gente faladora, alegremente exaltada, com pinta de comemoração. Todos homens, variando entre os fins dos vinte e os meios dos trinta. No começo ficou claro tratar-se de gente do mercado financeiro e que estavam festejando um momento muito especial. Aquela parada era, apenas, para matar a sede mesmo. Tomar um ou dois chopes e seguir em frente.

O jargão predominou quando os assuntos giravam em torno da façanha, provavelmente, um ganho colossal fora de hora, mas a fala voltava ao mundo dos mortais, quando, em meio ao monte de informações e temas, alguém se lembrava das pernas de uma colega, da minissaia da mais recente divorciada do andar ou da melhor casa noturna da barra. Ficaram papardeando e rindo, quando um dos mais eloquentes, percebia-se pela voz, sugeriu uma baderna mais ordinária. Um pouco mais de prazer e festa com um ingrediente inigualável: Mulheres.

-Só tá faltando umas noviças, repetia em tom de blague.

No começo não teve unanimidade. Na verdade alguma resistência por conta dos que tinham compromissos sérios.

O MBA na Fundação, foi citado pelo menos duas vezes, a pós também foi invocada, mas o baderneiro continuou insistindo até que provocou todo mundo com um discurso entre o misterioso e o sinistro,.ao mencionar sua busca pela extrema unção,

A conversa travou e o que aparentava ser o mais velho, sugeriu que era muito pouca bebida para tirar alguém do sério, naquele começo de fim-de–tarde.

Que historia mais besta procurar extrema unção, e ainda por cima, num dia de tanto sucesso. Um dia de jubilo, de festa, de vida, de alegria.

O rapaz então. começou um bestialógico meio desconexo para quem, minutos antes, estava radiante e eufórico, o próprio Dionísio procurando vinho e ninfas.

Os outros menos criativos, entraram no clima das reflexões e afirmativas quanto ao brilho que o futuro lhes acenava, fazendo citações bizarras de autores de livros de autoajuda.

Por algum tempo ficaram declamando chavões quanto ao destino, a perseverança, a possibilidade de ser trocar de noiva, namorada, amante, enfim.

Essa coisa de extrema unção não estava com nada e eles iriam, imediatamente, aceitar a sugestão para uma grande orgia, uma esbornia.

Os ganhos do dia ficaram insignificantes ante a necessidade de se levantar a moral daquele que, ainda a pouco, transpirava felicidade. Faltava decidir o destino. Aonde iriam. O mais capacitado para sugestões estava meio depressivo, mas assim mesmo começou a falar:

-Acho que vocês entenderam uma parte. Sabe como é, a gente pode telefonar para umas pessoas certas, alugar uma suíte num motel, levar asmeninas ou: Fez uma pausa.

- Ou o que, perguntaram todos em uníssono:

-Ou vamos lá no “clube, justamente em busca da extrema, maravilhosa, sensacional, deslizante, perfumada, macia, relaxante unção com aqueles óleos escorregadios, que só elas sabem esfregar na gente!

Ficaram todos mudos até que alguém perguntou desassombrado:

- UNÇÃO com oleos de massagem... É isso, insistiu.

- É, respondeu rindo o maquiavélico baderneiro.

Unçâo extrema de prazeres dos vivos,

- E daí? Como terminou, perguntei.

-Ora, pagaram os chopes e saíram as gargalhadas, em direção ao tal clube das noviças.

-Hoje valeu a pena. Essa extrema unção,...Dizer o que né...

Pedimos a saideira, demos algumas risadas, recortando e comentando a historia, até que chegou a hora do abraço e do aperto de mão

. Fiquei de voltar na próxima semana com o resultado da corrida de lanchas.

RA


Postado por Raul Almeida
Em 3/2/2016 às 14h01


Mais Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




THE HONORARY CONSUL
GRAHAM GREENE
POCKET FICTION
(1974)
R$ 5,00



O CONVÊNIO DO CAFÉ DE 1976
CELSO LAFER
PERSPECTIVA
(1979)
R$ 6,00



O FIASCO
IMRE KERTÉSZ
PLANETA
(2004)
R$ 14,90



ATLANTIS
DAVID GIBBINS
PLANETA
(2006)
R$ 10,00



VASO NOVO - UM SONHO DE VIDA NOVA
MARIA JOSÉ TENÓRIO DE ARAÚJO
GRÁFICA I. SCHERER
(2004)
R$ 10,00



DROGAS QUAL É O BARATO
PALOMA KLISYS
PUBLISHER BRASIL
(1999)
R$ 5,50



ELITE DA TROPA
LUIZ EDUARDO SOARES E OUTROS
OBJETIVA
(2006)
R$ 19,90
+ frete grátis



CURA PELA MEDITAÇÃO - 1ª EDIÇÃO (ACOMPANHA 36 CARTAS)
CHRISTOPHER TITMUSS
PENSAMENTO
(2015)
R$ 49,95



APÓS 1989 - MORAL, REVOLUÇÃO E SOCIEDADE CIVIL
RALF DAHRENDORF
PAZ E TERRA
(1997)
R$ 24,98
+ frete grátis



PADROES DE PROJETO EJB
FLOYD MARINESCU
BOOKMAN
(2003)
R$ 54,00





busca | avançada
27903 visitas/dia
1,3 milhão/mês