Digestivo nº 260 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
73958 visitas/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Minute Media anuncia lançamento da plataforma The Players’ Tribune no Brasil
>>> Leonardo Brant ministra curso gratuito de documentários
>>> ESG como parâmetro do investimento responsável será debatido em evento da Amec em parceria com a CFA
>>> Jornalista e escritor Pedro Doria participa do Dilemas Éticos da CIP
>>> Em espetáculo de Fernando Lyra Jr. cadeira de rodas não é limite para a imaginação na hora do recrei
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
>>> PoloAC retoma temporada de Os Doidivanas
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Bernstein: 5ª de Shostakovich
>>> Mini-cartografia do prazer gastronômico paulistano
>>> Eu, Marília
>>> A tirania do isolamento
>>> 2009: intolerância e arte
>>> A Marafa Carioca, de Marques Rebelo
>>> Maiores audiências da internet
>>> Amando quem não existe
>>> 18 de Outubro #digestivo10anos
>>> A alma boa de Setsuan e a bondade
Mais Recentes
>>> Desejo, Logo Realizo: a Saude Plena Depende de Nos de Roberto Zeballos pela Fundacao Peirópolis (2010)
>>> Dos and Taboos of Using English Around the World de Roger E. Axtell pela John Wiley & Sons (1995)
>>> O Vinhedo de Barbara Delinsky pela Bertrand Brasil (2006)
>>> Feliz 1958 o Ano Que Não Devia Terminar de Joaquim Ferreira dos Santos pela Record (2008)
>>> Contos de Érico Veríssimo pela Globo (1987)
>>> Cantos: Oficinas de Oração e Vida de Vários Autores pela Folha Artes Graficas (2007)
>>> Machado de Assis (crônicas) - Col. Nossos Clássicos de Machado de Assis pela Agir (1963)
>>> Série Prisma - Carros Famosos de David Burguess Wise pela Melhoramentos (1970)
>>> Pollyana - Biblioteca das Moças Vol. 89 de Eleanor H. Porter pela Companhia Nacional (1958)
>>> Machado de Assis (poesia) - Col. Nossos Clássicos de Machado de Assis pela Agir (1964)
>>> Junqueira Freire (poesia) - Col. Nossos Clássicos de Junqueira Freire pela Agir (1962)
>>> Pensamentos de um Filósofo Primitivista - Número 1 de Cicero Buark pela Independente (1980)
>>> Berlitz: Portuguese English - Inglês Português de Berlitz pela Berlitz (1982)
>>> Pequeno Dicionário de Sociologia de Clovis Pansani pela Copola (1998)
>>> Pensamento e a Vida - Ditado pelo Espírito Emmanuel de Francisco Cândido Xavier pela Feb (1998)
>>> Série Prisma - Previsão do Tempo e Clima de A. G. Forsdyke pela Melhoramentos (1975)
>>> Mitos e Lendas da Roma Antiga - Coleção Prisma de Vários Autores pela Melhoramentos (1976)
>>> Meditação: A Arte do Êxtase de Bhagwan Shree Rajneesh pela Cultrix (1976)
>>> Bola de Sebo e Outras Narrativas de Guy de Maupassant pela Expressão Popular (2013)
>>> Dieta Mediterrânea de Dr. Fernando Lucchese e Outro pela L&PM (2005)
>>> Psicologia e Literatura de Dante Moreira Leite pela Editora Nacional (1967)
>>> Antonio Gramsci Uma Vida de Laurana Lajolo pela Brasiliense (1982)
>>> Contradições do Homem Brasileiro de Jornard Muniz de Brito pela Tempo Brasileiro (1964)
>>> Princípios de Ginecologia de Sir Norman Jeffcoate pela Manole (1979)
>>> Semiologia Médica Vol. 1 de Vieira Romeiro pela Científica (1948)
DIGESTIVOS

Sexta-feira, 6/1/2006
Digestivo nº 260
Julio Daio Borges

+ de 3800 Acessos
+ 2 Comentário(s)




Literatura >>> Literatura em 2005
Os escritores brasileiros estão, como sempre, mal de situação, mas a literatura brasileira vai bem. Continuou assim em 2005. Mais fácil para os veteranos, que têm uma obra já por trás: Rubem Fonseca seguiu com seu Mandrake; João Ubaldo ganhou uma “seleta” pela Nova Aguilar; Hélio Pellegrino, graças ao impulso da neta, mereceu uma coletânea da espanhola Planeta e, ainda, um Arquivinho da Bem-te-vi; até Graciliano Ramos viu ressurgiu sua “infância”. Dos consagrados de fora: vimos García Márquez aparecer duas vezes, no original e na tradução; Coetzee continuou sendo sistematicamente editado pela Companhia das Letras, com destaque para Juventude, seu romance de formação; e mesmo John O’Hara, um best-seller esquecido dos Estados Unidos, mereceu atenção da José Olympio; fechamos o apanhado do exterior com Schopenhauer, pela Martins Fontes, descendo o sarrafo no ofício de escritor... Os jovens brasileiros, como é costume, penaram – mas deram as caras. Capitaneados, claro, pelos autores do Sul: Cardoso e Mojo (menos da literatura e mais da internet); os Fatais de Porto Alegre (incluindo o nosso Spalding); e o poeta dos poetas, Fabrício Carpinejar (não tão inspirado em 2005). Lutaram bravamente as escritoras, embora detestem, em literatura, o “feminino”: Ivana (já esteve melhor); Vera (pela trajetória); e Lívia (rumo à consagração). Dos que batalham, abertamente, por um lugar ao sol, restam ainda: o Yuri; o Miguel; e o Rodrigo. 2005 fez bonito na linha intermediária (dos que estão à beira do cânone): Milton Hatoum e José Nêumanne Pinto (este no Portugal Telecom). A Flip, como é praxe, dividiu gregos e troianos (ao vivo e depois). E, entre as publicações literárias, vale lembrar: a nova EntreLivros, o reformado Suplemento Literário de Minas Gerais e a revista Et Cetera (outra do Sul). 2006 não vai resolver o enigma dos Não-Leitores, mas vamos continuar tentando... [Comente esta Nota]
>>> Mais Literatura
 



Música >>> Música em 2005
Em 2005, no Brasil, resolveram redescobrir as cantoras. Soberana, entre todas – as novas –, Maria Rita. Na frente dela, só a própria mãe, Elis Regina (no Ensaio e em novo DVD pela Trama). Saindo da linha hors-concours, Adriana Partimpim fez uma bela turnê em 2005, Ná Ozzetti gravou talvez seu melhor disco em duo com o pianista André Mehmari e Maria Bethânia foi muito ovacionada em sua homenagem a Vinicius de Moraes (embora tenha havido excessos aqui e ali). Não podemos esquecer, ainda, de Zélia Duncan (que não mereceu infelizmente comentário, mas que merece citação), Karina Ninni (duas vezes revelação) e Fernanda Porto (meio sem graça no Ronnie Von mas razoável em Giramundo). O instrumental brasileiro também fez bonito em 2005: para começar que Juarez Maciel lançou sua obra-prima (um álbum com letras igualmente); Marcos Valle... outra das suas; e Nonato Luiz esteve brilhante em sua transposição de Luiz Gonzaga para o violão. Outros mestres iluminaram as nossas cordas (acústicas e eletrificadas): Leandro Carvalho, relendo Jobim, Villa e Caetano; Camilo Carrara, numa pesquisa pelo cancioneiro do Japão; e Kiko Loureiro, em seu primeiro vôo solo sem o Angra. Os anos 60 voltaram com Meirelles e os Copa 5; e os 70, com João Donato (psicodeliquíssimo). Shows animados povoaram os palcos (e os DVDs): Chick Corea, ainda que incompreendido; Moacir Santos, ainda que concorrendo consigo; e Los Hermanos (com e sem o 4). Ainda Lenine, Ed Motta e Otto. Encerrando o ciclo, entre o oportunismo e a nostalgia, os Anos 80. O segmento erudito esteve bem representado, como ocorre há quase 25 anos, pelo Mozarteum Brasileiro (chamamos a atenção para a música de câmara de: Trio Artemis e Jean Paul; Oslo Camerata e Irmãs Labèque). Com direito a chorinho da Biscoito Fino: Osesp em gravação e mais uma dose de Gilda Oswaldo Cruz encarando Claudio Santoro. 2005 só não ouvi quem não quis. [Comente esta Nota]
>>> Mais Música
 



Imprensa >>> Imprensa em 2005
Em 2005, a imprensa-impressa continuou brigando com a internet (ou não) em vão. Pois todo mundo sabe que jornalista... virou commodity; que somos nós... que fazemos a mídia; e que se não fosse por Lula, PT, essas coisas... a grande imprensa cairia, como tem caído sempre, na falta de assunto (ah, ou na tirania dos releases!). Em 2005, começamos também a dar adeus ao rádio – graças aos podcasts (alguns podcasters daqui: Guilherme Werneck, Fred Leal e Billy Umbella). Bernardo Kucinski publicou um estudo meio obtuso sobre jornalismo on-line; e esse tópico vem ocupando, cada vez mais, as edições anuais do The State of News Media... Até Murdoch decidiu se manifestar, adquirindo o MySpace.com, por centenas de milhões de dólares. O Google resolveu parar de brigar com as editoras – coitadas – e mudou o nome de seu novo programa: de Google Print para Google Book Search (mais uma feature do Google Desktop?). Ainda para o papel, 2005 foi um ano de efemérides dignas de nota: os 3 anos da Ocas; os 18 anos da Trip; os 4 da revista Idéia; os igualmente 4 anos da Primeira Leitura; e os 5 do Valor Econômico. 2005 viu surgir o suplemento de livros da Bravo, e – sua concorrente? – a bem-acabada Raiz. Chegou às bancas, da editora Escala, a Romano (uma tentativa de sofisticação); e a, não tão bem-sucedida na seara das letras, Discutindo Literatura... Em 2005, a Sibila entrou em disputa com o crítico da Folha Manuel da Costa Pinto, e a Argumento relembrou os principais dândis da História (blogueiro não vale). Em 2005, para terminar, começou a cair a ficha de que temos de deixar de lado... nossas ambições (equivocadas) de mass media. E, em 2006, – não sei se vocês já sabem – há a promessa de novas discussões acaloradas envolvendo a Web 2.0... Até lá. [Comente esta Nota]
>>> Mais Imprensa
 
>>> EVENTOS QUE O DIGESTIVO RECOMENDA



>>> Debate e Lançamento de Livro
* 120 Horas - Luis Eduardo Matta, Vera Carvalho Assumpção e Fábio Silvestre Cardoso
(Ter., 10/01, 19h30, VL)

Literatura Popular Brasileira. Para alguns, pode parecer um assunto banal, mas basta olhar as prateleiras e as estantes das principais livrarias e bibliotecas do Brasil para se concluir que a literatura brasileira, apesar de todo seu desenvolvimento, ainda não alcançou esse status, o de ser genuinamente popular sem deixar de ser nacional. Afinal, quais são os pilares dessa literatura genuinamente brasileira e de entretenimento? O escritor Luis Eduardo Matta aproveita o lançamento de seu novo romance, o thriller 120 Horas, para discutir as bases dessa Literatura Popular Brasileira (LPB), juntamente com a também escritora Vera Carvalho Assumpção, autora do romance policial Paisagens Noturnas. O encontro será mediado pelo editor-assistente do site Digestivo Cultural, Fabio Silvestre Cardoso. Após o debate, Luis Eduardo Matta vai autografar 120 Horas.

>>> Shows
* Espaço Aberto - Carol Andrade e Alex Maia
(Dom., 15/01, 18hs., VL)

* Livraria Cultura Shopping Villa-Lobos (VL): Av. Nações Unidas, nº 4777
** Livraria Cultura Conjunto Nacional (CN): Av. Paulista, nº 2073
*** a Livraria Cultura é parceira do Digestivo Cultural

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/1/2006
13h09min
Pessoal, não sei como vivi até hoje sem o Digestivo Cultural. Deparei com ele através de um convite para o lançamento do livro do Luis Eduardo Matta (claro que irei), começando bem o ano. Parabéns pelo site. Jeanette Rozsas
[Leia outros Comentários de Jeanette Rozsas]
6/1/2006
12h44min
Salve, salve, amigos dos Digestivo Cultural. Este ano de 2005 foi meio indigesto,entre tantos terremotos e tsunamis, sobrevivemos.
Clovis Ribeiro
[Leia outros Comentários de Clovis Ribeiro]

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Curando as Doenças do Dia a Dia Com Métodos Naturais
Equipe de Seleções do Readers Digest
Readers Digest
(2002)



Locus Revista de História 13 - V 7 , N 2
Ufjf
Ufjf
(2001)



Apocalip-se a Estrela da Manhã
Mandi
Acsn
(1997)



Saúde Pública Utopia de Brasil - Arenas do Rio
Sarah Escorel
Relume Dumara
(2000)



Como Não Aprender Inglês - Erros Comuns do Aluno Brasileiro
Michael A. Jacobs
Do Autor
(1999)



O Som e a Fúria
Folha de São Paulo
Folha de São Paulo
(2013)



Religiones y Literatura de Japón
Walter Gardini
Editorial Kier
(1995)



Transtornos del Habla: Audiofonologia y Logopedia Viii
Jorge Perelló, J P Vergé, L. Tresserra (2ª Ed
Editorial Científico Médica
(1973)



O Sequestro
Robert L. Stevenson
Clube do Livro
(1975)



Dirigindo Com Sabedoria Com Cd
Tony Gandra
Abranther
(2002)





busca | avançada
73958 visitas/dia
2,5 milhões/mês