Pena e pixels: as ilustrações de Paulo Dias | Blog de Enderson Oliveira

busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Promessa da Política, de Hannah Arendt
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> Por que as velhas redações se tornaram insustentáveis on-line
>>> Ação Social
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> forças infernais
>>> 20 de Abril #digestivo10anos
>>> Pensando sozinho
>>> Minha casa, minha cama, minha mesa
Mais Recentes
>>> Sade em Sodoma de Flávio Braga pela BestSeller (2008)
>>> Curso de Filosofia em Seis Horas e Quinze Minutos de Witold Gombrowicz pela José Olympio (2011)
>>> O pequeno Principe de Antoine de Saint Exupery pela Agir (2009)
>>> Zoloé e Suas Duas Amantes de Marquês de Sade pela Record (1968)
>>> Expressões Diante do Trono de Ministério de Louvor Diante do Trono pela Diante do Trono (2003)
>>> A separação dos amantes - uma fenomenologia da morte de Igor Caruso pela Cortez (1989)
>>> Os Titãs / A Saga da Família Kent (Volume V) de John Jakes pela Record/ RJ.
>>> A Universidade em Ritmo de Barbárie de José Arthur Giannotti pela Brasiliense (1986)
>>> A Mulher Só de Harold Robbins/ (Tradução) Nelson Rodrigues pela Record/ RJ.
>>> Dependência e desenvolvimento na América Latina - ensaio de interpretação sociológica de Fernando Henrique Cardoso e Enzo Faletto pela Zahar (1970)
>>> Tubarão de Peter Benchley pela Nova Cultural (1987)
>>> O Titã de Fred Mustard Stewart pela Record
>>> O Beijo da Mulher Aranha de Manuel Puig pela Codecri/ RJ. (1981)
>>> A Traição de Rita Hayworth/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1993)
>>> Boquitas Pintadas/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1988)
>>> Kit De Estudo Para Concursos: Só concursos (3 CDs + Folheto) + Guia do Concurseiro + Redação para Concursos de Equipe Mundial Editorial pela DCL - difusão cultural do livro (2016)
>>> Numa Terra Estranha de James Baldwin pela Rio Gráfica (1986)
>>> 1934 de Alberto Moravia pela Rio Gráfica (1986)
>>> Mil Platôs Vol. 1 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca/RJ. (2007)
>>> Mil Platôs Vol. 2 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> Mil Platôs Vol. 3 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2012)
>>> Ajin - Demi-Human #01 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #02 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #03 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Incendio de Troia (capa dura couro) de Marion ZimmerBradley pela Circulo do Livro/ SP. (1994)
>>> Ajin - Demi-Human #04 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #05 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #06 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #07 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #08 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #09 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Nova Cultural (1987)
>>> Ajin - Demi-Human #10 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Ajin - Demi-Human #11 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Estratégia da Decepção de Paul Virilio pela Estação Liberdade (2000)
>>> Ajin - Demi-Human #12 de Gamon Sakurai pela Panini (2019)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1989)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #10 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #09 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #08 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Festa Sob as Bombas - Os Anos Ingleses de Elias Canetti pela Estação Liberdade (2009)
>>> Fort of Apocalypse #07 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #06 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #05 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #04 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Antologia da Poesia Parnasiana Brasileira de João Ribeiro Francisca Júlia/ Alberto Oliveira... pela Cia. Ed. Nacional/ Lazuli (2008)
>>> Antologia Poética de Ernesto Cardenal pela Salamandra (1979)
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 9/7/2015
Pena e pixels: as ilustrações de Paulo Dias
Enderson Oliveira

+ de 1300 Acessos


Traço sujo, mas preciso. Maldito, mas não proscrito. Sem vergonha, mas com talento. Esses termos podem ser considerados pistas para definir as obras de Paulo Victor Dias, ou simplesmente PV, ilustrador amazônico.
Sem grandes convenções, apostando na simbiose entre azul-vermelho-amarelo (à direita: Coco12nut. Digital Painting and Indian Ink. 2014), ironias e homenagens, o artista foge aos clichês, inclusive ao próprio clichê da fuga dos mesmos. Sem deixar de lado parcerias, apresenta séries e compilações em que cores e valores são retomados e, principalmente, rediscutidos.
PV deu os primeiros traços ainda na adolescência. "Todo mundo desenha quando é mais novo, porém quando chegamos em certo momento começamos a retratar formas, volumes e dar de cara com alguns regrismos técnicos. Aí podemos ser tomados por diversos estímulos contrários, muitas vezes de nossos pais, que acabam nos desestimulando. Em algum momento eu parei de desenhar, mas eu sempre gostei disso, de colar e pintar também, assim como qualquer outra criança que gosta disso", conta.


Tendo a cidade como "observatório" e inspiração, o ilustrador vem ganhando destaque na produção contemporânea da Amazônia. Foto: Eduarda Rodrigues
.


Foi ao iniciar o curso de Publicidade e Propaganda, no entanto, que seus traços começaram a ser vistos de modo diferente, até mesmo artístico. A fotografia contribuiu bastante para isto: não sua prática, mas suas teorias e discussões sobre. "Passei a apreciar a fotografia como registro imagético de um tempo ou uma cidade. Isso contribuiu muito para que eu pudesse me interessar em produzir ilustração e colagens, na maioria das vezes com influências da cidade contemporânea, que acredito ser a minha maior 'inspiração'", esclarece. Em 2012 e 2013 o que eram tentativas estéticas e divagações estilísticas arquivadas em seu computador ganharam o mundo através da internet: suas ilustrações digitais e colagens passaram a ser veiculadas em sua fanpage Coco12nut e seu site oficial.
As obras de PV envolvem principalmente ilustração em nanquim e colagem, tanto a colagem tradicional quanto a mescla da tradicional com a digital. Do diálogo de sua pena com os pixels da mesa digitalizadora, surgiram as séries Red and Yellow, Yellow and blue, Cidade e About my references of life. Aparentemente despretensiosas, as ilustrações mostram a observação peculiar do artista, que converte suas vivências e experiências pessoais em traços, formas e cores.
Sua obra pode ser melhor discutida, analisada e mesmo compreendida (se é que arte deve ser "compreensível".) por suas referências, que vão além de outros ilustradores e/ou artistas visuais. Paulo possui como referências teóricos a artistas com trabalhos de linguagens diferentes da sua, como o fotógrafo francês Eugène Atget, uma das pessoas que mais o induzem no modo refletir a representação do que tem ao seu redor em registro imagético, e o pesquisador Relivaldo Pinho, responsável pelo grupo de pesquisa " Comunicação, antropologia e filosofia: estética e experiência na comunicação visual urbana da contemporaneidade de Belém do Pará ", do qual faz parte.
Já nas produções de gravuras, ilustrações e colagens, PV prefere trabalhos que não se relacionam muito com o que chama de "cadeia de regrismo estético": "acho que sinceramente isso limita o trabalho. Em sua maioria o erro técnico pode se tornar o acerto estético", explica. Neste panorama, é possível citar o coletivo israelense de ilustração Broken Fingaz, o artista russo Andrey Flakonkishochki, o paraense Márcio Alvarenga as animações e ilustrações de Run Wrake, alguns fanzines, entre outros.
A artista Ariane Mayumi, de São Paulo, também faz parte das referências de PV: "já tive e tenho quase sempre o prazer de fazer trabalhos juntos", destaca. Com a ilustradora, Paulo fez dois "Duos", série que há alguns meses se tornou sua nova investida. A série com outros artistas apresenta ainda obra com a ilustradora Camille Vasconcelos.
Também integram seu portfólio (à esquerda: Sobre Sentimentos. Indian Ink and Digital Painting. 2014) colagens que põe em destaque a simbiose entre espaço urbano e férias. Seja on the road e/ou em algum trajeto em metrópoles, as colagens apresentam certa angústia e ironia: as férias podem ser de espaços e hábitos, mas nunca de si próprio.
Unindo em suas obras o incômodo da fotografia, a cidade, seus problemas, marcas e chagas, mas também o ser humano, solitário ainda que imerso na multidão, o ilustrador vem ganhando destaque, mostrando que o diálogo de sua própria pena e os pixels pode servir para analisar e discutir, mas que a arte contemporânea, pelo bem e pelo mal, nós mesmos.

Por Enderson Oliveira


Postado por Enderson Oliveira
Em 9/7/2015 às 10h11



Mais Blog de Enderson Oliveira
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESPAÑOL LENGUA VIVA 4 LIBRO DEL ALUMNO
SANTILLANA
SANTILLANA ESPAÑOL
(2013)
R$ 23,95



DICIONÁRIO PRÁTICO DE LITERATURA BRASILEIRA
ASSIS BRASIL
EDIÇÕES DE OURO
(1979)
R$ 20,00



PAGOS A DOBRAR
JAMES M. CAIN
LIVROS HORIZONTE
(1985)
R$ 17,70



GUIA PRÁTICO DO PORTUGUÊS CORRETO
CLÁUDIO MORENO
L&PM POCKET
(2006)
R$ 9,90



O ENIGMA DAS LETRAS VERDES
STELLA CARR
MODERNA
(2000)
R$ 4,90



A CAUSA DA SUPRESSÃO
L. RON HUBBARD
BRIDGE
(2005)
R$ 16,00



DEUS - UM DELÍRIO
RICHARD DAWKINS
CIA DAS LETRAS
(2007)
R$ 47,70



ALQUIMISTAS E QUÍMICOS -O PASSADO, O PRESENTE E O FUTURO
JOSÉ ATÍLIO VANIN
MODERNA
(1994)
R$ 4,30



ZEICHNEN IM KONSTRUKTIVEN INGENIEURBAU
RICHARD GOLDAU
BAUVERLAG
(1978)
R$ 250,00



DIREITO ELETRONICO
RENATO OPICE BLUM
EDIPRO
(2001)
R$ 33,76





busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês