Filme normal? Exagerado? Ao Quadrado. | Blog de Enderson Oliveira

busca | avançada
27903 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Quarta-feira, 2/3/2016
Filme normal? Exagerado? Ao Quadrado.
Enderson Oliveira

+ de 700 Acessos



Uma mulher tenta fugir da insônia caminhando em um supermercado. Um homem busca uma aventura sexual. Assim começa Ao quadrado. Imagem: Divulgação.


É madrugada. Um casal discute após uma festa. Uma passante caminha ouvindo música com fones de ouvido, aparentemente alheia a tudo. Um jovem busca uma aventura sexual. Nada coeso. Tudo coerente. Os quatro personagens caminham, se cruzam, se chocam e dialogam entre produtos, prateleiras e corredores de um supermercado. Este é o enredo e base do curta paraense Ao Quadrado, com roteiro de Tiago Júlio Martins e direção de Paulo Roque, um dos destaques da edição de 2014 do Festival de Audiovisual de Belém.
Ao Quadrado pode ser considerado um drama urbano e contemporâneo, talvez pouco surpreendente em uma cidade em que quase tudo está ligado de algum modo à tríade poder-sexo-dinheiro. Talvez. Com trechos de humor e uma linguagem que para alguns é agressiva, enquanto para outros é apenas real ou mesmo familiar, a ficção (?) chamou a atenção desde sua estreia e, passados dois anos, é um bom exemplo de que é possível inovar, seja na produção audiovisual ou ainda no modo de contar histórias, em especial na capital paraense.


Maníaco? Direto? O personagem de Victor Braun é o que inicia as surpresas no curta.

O início apresenta planos-sequência com os personagens caminhando no supermercado. Somente após cerca de dois minutos os diálogos começam, e logo com um "Posso falar uma coisa contigo?", pergunta do personagem sem nome, interpretado por Victor Braun, à outra personagem, também não identificada, interpretada por Demi Araújo. A pergunta é também uma espécie de convite ao espectador para o início não só dos diálogos, como da trama e do modo de percepção das relações que são estabelecidas constantemente não somente no filme, como na cidade.
O curta possui apenas quatro atores. Não há personagens “coadjuvantes”; no máximo, uns outros três são referidos. Além dos dois citados, há ainda Lucas de Castro, o namorado de “saco cheio” da relação com a namorada mimada e clichê, interpretada por Hanna Kethllen. A preferência por apenas este número de personagens é curiosa e interessante: ao invés de apostar em uma trama complexa e repleta de personagens secundários, todos tem destaque “semelhante”, ainda que uma das duplas pareça ser o principal – se formos tentar “estratificar” o filme.


A personagem de Hanna Kethllen consegue apresentar bem uma namorada carente e mimada, em que busca nas aparências esconder as angústias e infelicidades.

A ideia inicial não previa os quatro personagens atuando no espaço, mas sim dois. A escolha pela mudança ocorreu ainda na etapa de produção. Em entrevista realizada no início de 2015, os membros do Coletivo Super 8 , que fizeram o filme, afirmaram que “Quando definimos elenco para o curta, percebemos que tínhamos dois casais de atores bons que renderiam no filme. O Paulo Roque (diretor) sugeriu que houvesse mais personagens para dar mais dinâmica na edição, principalmente na hora dos cortes. O Tiago percebeu que o filme realmente ficaria monótono com apenas um casal e expandiu o roteiro. Ele colocou um segundo casal, vivendo algo mais "convencional", para criar um contraponto ao que a Demi e o Victor estavam protagonizando. A proposta foi apresentada para o resto do grupo e decidimos coletivamente que filmaríamos a nova versão", disseram os membros do coletivo. Ótimo para o espectador, que tem como combustível ainda a discussão entre o casal interpretado por Lucas e Hanna.
Linguagem, rápida, precisa, história simples, mas que pode surpreender, ainda que os pontos de virada que o filme possui sejam previsíveis, o curta ganha fôlego com Victor Braun, o maníaco (?) que, com sinceridade e romantismo (sim, a alegoria do filme possui isto, de forma bastante irônica) “caça” no supermercado alguém para o sexo encontra a personagem de Demi, tornando-a em um primeiro momento seu principal alvo. Com sensualidade singular, a personagem da jovem é certamente um dos destaques no filme, também por possibilitar e manter o ponto de virada na história, ao aceitar o convite para o sexo casual com o desconhecido. Ali mesmo, no supermercado.


"Vítima" ou culpado? O personagem de Lucas de Castro carrega os incômodos da necessidade das aparências em Belém.

O vídeo foi feito em 2014 e o roteiro original do Ao Quadrado era diferente do que foi filmado. "Na primeira versão, havia apenas um casal e o final era menos impactante. A história foi baseada em uma experiência real que o roteirista teve, curiosamente no mesmo supermercado do curta. Ele não chegou a abordar ninguém para falar pornofonia no ouvido, mas fez uma doidice comparável a de um psicopata. Caçou a menina no Facebook e enviou uma carta maluca, mas comportada, para a garota. Inclusive, a personagem da Demi Araújo diz uns trechos desta mensagem ironizando o Victor Braun”, destacaram.
Feito em Belém, o curta carrega o "sotaque" - não somente na linguagem e modo de se expressar - paraense, o que é normal, mas foge de diversos estereótipos. O que mais importa na obra são as relações dos sujeitos e não alguma paisagem ou fisionomia verde, idílica, encantada ou encantadora. Sustos, surpresas, sexo e sensações são os “4 Ss” que compõem o curta.
Ainda de acordo com a entrevista com o Super 8, o roteirista não pensou em nenhum filme específico quando estava escrevendo a história do curta. As referências são mais gerais, como Richard Linklater, Pedro Almodóvar, Quentin Tarantino, entre outros.


O "discreto charme" da personagem de Demi Araújo e seu "pragmatismo" são fundamentais para a condução da narrativa.

“Talvez tenha um pouco da safadeza do Nelson Rodrigues no roteiro. Não era a nossa intenção fazer uma comédia e acreditamos que o público só acha o filme engraçado por isso, porque foi algo natural. No final, acreditamos que ficou parecido uma versão estendida de um episódio do ‘Porta dos Fundos’ ou uma esquete de Monty Python, para citar algo mais absurdo”, explicam.
Movidos por sexo, desejo, angústia, os quatro personagens são sujeitos contemporâneos, com linguagem direta e hábito decididos, em que a tríade que marcou a modernidade (família, religião e trabalho) não faz tanto sentido na hora de buscar algo. Não necessitam respostas, o filme deixa as reflexões para cada um, seja no que for. E isto é muito bom.


Mesmo espaço, muitas buscas e diversas angústias: tudo Ao Quadrado.

Quase ao fim da narrativa, a personagem de Demi tira a calcinha e dá ao seu "fã" (perseguidor?) em tom de desafio e descrença com o personagem que a interpelara. Indo além e se utilizando de uma analogia talvez arriscada e imprecisa, talvez este seja o caminho para o cinema paraense: ter mais coragem e investir no que parece não tão certo, confiar em si próprio. Fugir de parâmetros. Arriscar.
Em uma cidade que vive de aparências, na sua maioria banais e/ou frugais, desde seu principal cartão postal até uma série de hábitos, os personagens se desvelam sem pudor, mostram suas fraquezas, angústias e expectativas. Sonham, pensam e agem e tudo isto é destacado no filme. Em um único espaço, mas revisto, talvez exagerado, potencializado. Ao quadrado.

O filme
Ao Quadrado (2014, 11min47seg) possui roteiro de Tiago Julio Martins e direção de Paulo Roque. A produção é de Mariana Malato, Dina Nery e Jussia Carvalho; áudio de Orlando Sergio de Campos e fotografia de Moyses Cavalcante e Paulo Roque. O elenco é formado por Demi Araújo, Hanna Kethllen, Lucas de Castro e Victor Braun.
Assista:



Por Enderson Oliveira


Postado por Enderson Oliveira
Em 2/3/2016 às 09h01



Mais Blog de Enderson Oliveira
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A ILHA DO TESOURO
ROBERT LOUIS STEVENSON
COMPANHIA ED. NACIONAL
(1983)
R$ 12,20



380
JOAQUIM NABUCO
FOLHA DE SÃO PAULO
(2000)
R$ 5,00



ZAC POWER - MISSÃO ALTO RISCO
H. I. LARRY
FUNDAMENTO
(2009)
R$ 9,90



100 DÚVIDAS DE CARREIRA PARA EXECUTIVOS DE FINANÇAS
JOSÉ CLÁUDIO SECURATO E LUIZ ROBERTO CALADO
SAINT PAUL
(2009)
R$ 5,00



SENTADOS NO SOFÁ VERMELHO
RUI ALBERTO SILVA
NOTÍCIAS
(2000)
R$ 39,08



CHAKRAS: OS CENTROS MAGNÉTICOS VITAIS DO SER HUMANO, OS
C. W. LEADBEATER
PENSAMENTO
(2015)
R$ 27,00



ROLANDO MASSINHA - UMA HISTÓRIA DE VIDA COM RECEITAS DE AMOR
ROLANDO VANUCCI
EVORA
(2013)
R$ 35,00



A DITADURA DERROTADA
ELIO GASPARI
COMPANHIA DAS LETRAS
(2003)
R$ 35,00
+ frete grátis



OS FANTOCHES
NEIMAR DE BARROS
LIS
(1979)
R$ 15,00



MULHERZINHAS - AS AVENTURAS QUE EU GOSTO DE LER
ULISSEIA INFANTIL
ULISSEIA INFANTIL
(1995)
R$ 15,71





busca | avançada
27903 visitas/dia
1,3 milhão/mês