Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas

busca | avançada
74581 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Sesc 24 de Maio apresenta novos episódios do projeto Música Fora da Curva
>>> Quarador de imagens partilha experiências em música, teatro e cinema
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Temporada Alfa Criança estreia Zazou, um amor de bruxa dia 24 de abril
>>> Operilda na Orquestra Amazônica Online tem temporada grátis pela Lei Aldir Blanc
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
>>> Exposição curiosa aborda sobrevivência na Amazônia
>>> Coral de Piracicaba apresenta produção virtual
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Di-Glauber
>>> Corpos
>>> The safest room in the house
>>> Como escrever bem — parte 2
>>> Vestibular, Dois Irmãos e Milton Hatoum
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> A morte da Gazeta Mercantil
>>> A hora certa para ser mãe
>>> Blogging+Video=Vlogging
Mais Recentes
>>> Matemática 3º ano do ensino fundamental 2º série Pensar e Viver de Ana Maria Bueno - Antonieta Moreira Leite - Selma Alves de Lima pela Ática (2006)
>>> Feliz por Nada de Martha Medeiros pela L&PM Editores (2012)
>>> Graciliano ramos- relatórios de Mario helio gomes- org pela Record /fundação cultura recife (1994)
>>> Xógum 2 vols. de James Clavell pela Nova Cultural (1986)
>>> Luiz Gonzaga o Matuto que conquistou o mundo de Gildson oliveira pela Assembleia legislativa de PE (2012)
>>> A Estrada da Noite de Joe Hill pela Sextante (2007)
>>> Lubião de Tarcisio rodrigues pela Babecco (2010)
>>> Os Contos de Beedle, o Bardo de J.K. Rowling pela Rocco (2008)
>>> O santo e a porca de Ariano Suassuna pela José olimpyo (2021)
>>> Marx - sociologia de Octavio ianni / florestan fernandes - org pela Atica (1988)
>>> A invenção do brasil de Jorge furtado e guel arraes pela Objetiva (2000)
>>> Conselhos e lembranças de Teresa De Lisieux. Santa Teresinha pela Paulus (2014)
>>> Revista Planeta 13 - Setembro 1973 - Não tenha medo dos vampiros de Ignácio de Loyola Brandão pela Três (1973)
>>> Instrução geral sobre o missal romano de Congregação do Culto Divino. Frei Aberto Beckhauser pela Vozes (2005)
>>> As aventuras de Tibicuera - que são também as do Brasil de Érico Veríssimo pela Globo (1985)
>>> Annuario Pontificio - Anno 1988 de Citta del vaticano. Giovanni P II.Autores Diversos pela Citta del vaticano (1988)
>>> O Hobbit de J.R.R. Tolkien pela Martins Fontes (2003)
>>> A Saga do Marrano de Marcos Aguinis pela Scritta (1996)
>>> Explicando Arte de Jô Oliveira e Lucília Garcez pela Ediouro (2006)
>>> Vitalino o menino que virou mestre de Silvanildo Sill pela Gráfica JB (2012)
>>> Espumas Flutuantes de Castro Alves pela FTD (1997)
>>> Monitorização Respiratória: Fundamentos de João Claudio Emmerich pela Revinter (1996)
>>> Manual de Assistência Domiciliar de Valeria Maria Augusto pela Ac Farmaceutica (2013)
>>> Hipertensão Arterial - Miniatlas de Luis Raúl Lépori pela Sankyo (2004)
>>> Educação Universitária: Práxis Coletiva Em Busca de Veraz Qualidade de Pedro Bergamo pela Eduepb (2010)
BLOGS

Sexta-feira, 2/4/2021
Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
Antonio Feitosa dos Santos

 
Gota d'agua

Simples, cristalina e bela,
Resvala a borda da folha.
Desprende do alto explode ao chão.
Desfaz-se a beleza e
Finda-se a gota d’agua,
Os cristais não duram para sempre.

Lembro pois, o cristal que é a vida,
Os resvalos em muitos dos caminhos.
No amor, desamor, no ódio, ternura
E no brilho dos cristais,
Nas rabugices humana e
Nas suas decisões insanas.

Gota d’agua somos todos nós,
No brilho e na fragilidade do cristal.
Da serventia diária de um cálice
E da fragilidade que é a vida.
Suave, doce e frágil gota d’agua,
Ferrenhos algozes de si mesmos.

Rio, 02/04/2021 (sexta-feira Santa, ano Pandêmico)

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
2/4/2021 às 10h13

 
Entristecer

Nesta semana de luto,
Me sinto acabrunhado,
Vendo o povo a morrer,
Cristo na cruz a sofrer,
E o Brasil destroçado.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
1/4/2021 às 16h52

 
Canção do migrante

Enquanto se esconde o sol no horizonte,
Meu corpo fica envolto numa saudade infinita,
Da terra, do lugar e daquela gente querida,
Lembranças que ao meu espirito visita.
Bendito seja essa hora, que dá vida a minha vida.

Sinto falta e saudade do aconchego do campo,
Da chuva que lá caia, do trovão e do relâmpago,
Do barulho que fazia a água sobre a descida,
O vento agitava as folhas, tangendo o pirilampo,
Bendito seja essa hora, que dá vida a minha vida.

Ainda hoje eu sinto, cheiro do capim molhado,
Nas manhãs de cada dia, pelas frestas o clarão,
Levantava de mansinho, na manhã amanhecida,
A janela entreaberta, inspirava no fundo o pulmão,
Bendito seja essa hora que dá vida a minha vida.

Ouvia o galo da campina, dando voz a passarada,
O orvalho sobre a folha, com o sol se dissipava,
Das flores do cafezal, o perfume me convida,
Nas veredas do plantio, sem medo eu caminhava,
Bendito seja essa hora que dá vida a minha vida.

Ouvia o mugir do gado e o berro do carneiro,
O relinchar do cavalo, num canto da pradaria,
Num paraíso terrestre, os sons são de ouvida,
As águas, o sol, as flores, as noites enluaradas,
Bendito seja essa hora que dá vida a minha vida.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
14/3/2021 às 15h52

 
Canção corações separados

Composição: junho de 1967, (meu primeiro poema), estudante do Colégio Estadual de Bananeiras Pb.


Pediria a todos que estão a me ouvir;
Não querendo iludir quem estar a me escutar,
Fiquem atentos prestando atenção,
Nessa história, que tenho pra lhes contar.

Um certo dia ao abrir a minha porta,
Já quase morta uma mulher encontrei,
Ela chorando, fez sinal para ajudá-la,
Eu entendi e junto a ela fiquei.

Tratei-a como se fosse um amigo,
Um bom abrigo, para ela reservei;
Até que um dia, olhando a sua face,
Não resistindo, por ela me apaixonei.

Ela sabia que eu já lhe amava,
Assim também por mim tinha paixão,
Mas um amigo que eu tinha invejava,
E odiava aquela nossa união.

O falso amigo iludiu a minha amada;
Ela forçada por essa sedução;
Foi-se com ele embora pra bem distante,
Deixou-me agonizante, quase morto de paixão.

Por sua causa, me tornei um vagabundo,
Tornei-me imundo e comecei a beber;
Para esquecer as mágoas e as tristezas;
De sua beleza eu jamais hei de esquecer.

Se hoje sofro, pelo mundo amargurado,
Apaixonado por alguém que não me quer;
Há um ditado: "quem espera sempre alcança",
Estou cansado de esperar essa mulher.

E aqui termino com tristeza e com saudade,
Toda maldade que ela me causou,
Mas se um dia ela voltar novamente,
Juro por Deus; não lhe darei, meu amor.

Junho de 1967
Feitosa dos Santos

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
2/3/2021 às 14h14

 
Sou rosa do deserto

Por entre pedras e cascalhos eu flori,
Não me sinto solitária, por estar só,
Trago comigo a simplicidade das flores,
A beleza das cores, com as quais me vesti.

Encanto de paixão aos que me olham,
Alimento com meu néctar os colibris,
Sou a rosa oriunda do deserto,
Apaixono com afeto, assim me descobri.

Longe de mim a angustia solitária,
Se o orvalho da noite me alimenta,
A brisa me envolve em caricias e abraços.
Enquanto o dia me mostra, afago aos olhos eu faço.

Gosto de sentir o calor de sua admiração,
Sinto o prazer maior, quando estás por perto,
Minhas cores, embelezam o seu dia,
Muito prazer, sou a rosa do deserto.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
9/2/2021 às 11h35

 
Zé ninguém

Eu levo a vida pensando,
Nas coisas que os olhos veem,
Nos tagarelas dissonantes,
Naqueles que tudo creem,

Não me escapa ninguém.
Vestidos ou descamisados,
Sem vestes o maltrapilho,
De terno o bem trajado,

Se o mundo é para todos,
Não se escolhe ser alguém,
Somos todos iguaizinhos,
Eu você e o Zé ninguém.

Não me venha com desdém,
Dizendo sou diferente,
Por mais que você não queira,
Vergôntea de igual semente.

Fui descrente e hoje crente,
Da igualdade entre todos,
Não fuja do menos abastado,
Amanhã tu não fugirás do lodo.

Não importa em teu sono o cetim,
Não importa a pompa de ninguém,
O lodo que o teu corpo corrói,
Corrói o corpo do Zé também.

Talvez num encontro ousado,
Num lugar que o chamo além,
O senhor ao servo: quem és?
Lá, eu era um zé ninguém.

Estive desnudo e não me vestistes,
Com sede não me deste de beber,
Com frio, não me agasalhastes,
Com fome, não me deste de comer.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
3/2/2021 à 00h04

 
Tudo é transitório

A vida que arrasta o fardo,
O tempo que arrasta a vida,
Os que vão e os que ficam,
Sem tempo pra despedida.

Não se sabe hora da partida,
O tempo não nos faz saber,
Se é triste para quem fica,
Quem vai sessa a dor e o sofrer.

Pudéramos compreender,
A transitoriedade da vida,
O que se faz e deixa de fazer,
Na página ao homem concedida.

No hoje e nessa luta renhida,
Mais um Janeiro se vai.
Muitas vidas nos deixaram,
Seus espíritos caminham ao Pai.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
1/2/2021 às 13h24

 
Um instante no tempo

Aquele sorriso tímido desfez a sisudez.
Longe vai o tempo desse ocorrido,
Éramos apenas crianças crescidas,
Não tínhamos noção do ocorrido,
E o sabor desse sorriso imorredouro,
Alcançou a maturidade intelectual.

Hoje lembro e sinto saudade do fato,
Por onde andará a então menina?
Gostaria de saber o porquê da marca,
Foi simples, emocionante, mas tão fugaz,
Que não ouso macular esse instante,
Com pensamento e palavra não galante.

Foi esse o supremo momento em criança,
Instante em um templo de alcance espiritual,
Um tempo inebriante de alma pura,
Talvez tenha eu marcado o seu espirito,
De beleza, suavidade, harmonia e candura,
Num raro tempo que insta a eternidade.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
2/1/2021 às 09h24

 
Salvem à Família

Assistimos e vivemos dias da família,
De base sólida e da fé cristã,
Jesus, José e Maria de Nazaré,
Cidade onde formara o seu clã,
Filho, pai e mãe de todos,
Pedra angular da família cristã.

Ter família é tudo o que se quer,
Pai, mãe, avós, irmãos e irmãs,
Viver em família dias e noites,
Despertar nas algazarras das manhãs,
Sentir que a vida é vivida,
Mesmo assim vivenciá-la com afã.

A família é a base do progresso,
O caminho certeiro da educação,
Consórcio entre o homem e a mulher,
Célula mater, para a procriação,
Amparada nos ajustes e reajustes,
Para um povo ainda em formação.

Salva oh! Deus nossas famílias,
Nossos avós, pais e nossos irmãos,
Afastai de nós os desagregadores,
Células destrutivas dessa construção,
Tantos séculos se passaram,
Mas os Herodes aqui ficaram,
Nas famílias, fomentam a destruição.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
1/1/2021 às 10h15

 
Jesus de Nazaré

Andei sobre os teus caminhos,
Talvez tenha pisado sobre tuas marcas,
Incansável caminhei sobre a Judéia, e
Segui teus passos por toda Jerusalém.

Tua presença eu vi, ouvi e senti na brisa,
Na aridez da terra,
No verde das plantas que florescem, e
Na terra nua dos teus desertos.

Clamei a Ti e me ouvistes,
Chorei e suavemente secastes minhas lágrimas,
Nessas terras foste criança, santo e Deus,
És o consolo, esperança e vida dos servos teus.

[Comente este Post]

Postado por Antonio Feitosa dos Santos
1/1/2021 às 10h06

Mais Posts >>>

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Dotnet teens
Microcamp
Microcamp Internacional
(2010)



O Negócio do Livro
Jason Epstein
Record
(2002)



Mundo dos Museus - Museu de Arte da Catalunha - Barcelona
Nicolas Gibelli Dir
Codex
(1967)



1934 (Literatura Italiana)
Alberto Moravia
RioGráfica
(1982)



A Dama dos Pobres
Pe. Fausto Santa Catarina
Colégio Monte Calvário
(2003)



Das Preliminares no Processo Civil
Voltaire de Lima Moraes
Forense (rj)
(2000)



Machu Picchu - a Experiência de um Ritual no Vale Sagrado dos Incas
Sérgio Motta
Ediouro
(1996)



Português Não é um Bicho de Sete Cabeças
Sérgio Simka
Ciência Moderna
(2008)



Segunda Sombria
Nicci French
Record
(2014)



Nelson Rodrigues - Literatura Comentada
Nelson Rodrigues
Abril
(1981)




>>> A Lanterna Mágica
>>> BLOG DO EZEQUIEL SENA
>>> Githo Martim
>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Geraldo Generoso
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de Isaac Rincaweski
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lourival Holanda
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Me avise quando for a hora...
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Ricardo Gessner
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
74581 visitas/dia
2,6 milhões/mês