Construindo a democracia através do cidadão 2 | Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas

busca | avançada
70622 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conversas no MAB com Sergio Vidal e Ana Paula Lopes
>>> Escola francesa de Design, Artes e Comunicação Visual inaugura campus em São Paulo
>>> TEATRO & PODCAST_'Acervo e Memória', do Célia Helena, relembra entrevista com Nydia Licia_
>>> Projeto Cultural Samba do Caxinha cria arrecadação virtual para gravação de seu primeiro EP
>>> Designer e arquiteto brasileiro, Giovanni Vannucchi participa da VIIBienal Ibero-americana de Design
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Aquele apoio
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Pouca gente sabe
>>> O chilique do cabeleireiro diante da modelo
>>> Paradiso por Metheny
>>> A nova propaganda anda ruim
>>> A Erva do Diabo, de Carlos Castaneda
>>> Manual para o leitor de transporte público
>>> Ganha-pão
Mais Recentes
>>> Passagens: Estudos sobre a filosofia de Kant de Ricardo Terra pela Ufrj (2003)
>>> Vathek de William Beckford pela L&PM Pocket (2007)
>>> Natureza e ilustração: Sobre o materialismo de Diderot de Maria das Graças de Souza pela Unesp (2002)
>>> Hume et la fin de la philosophie de Yves Michaud pela Quadrige / PUF (1999)
>>> Hume: Une Philosophie Des Contradictions de Jean-Pierre Cléro pela Vrin (1998)
>>> Hume's Philosophy of Religion de J. C. A Gaskin pela MacMillan (1988)
>>> Machado de Assis: equívocos da crítica de Alfredo Jacques pela Iel (1974)
>>> Diálogos com Leuco de Cesare Pavese pela Cosac & Naify (2012)
>>> Subjetividade, Espaço E Tempo Em David Hume de Monica Loyola Stival pela Humanitas / FAPESP (2015)
>>> Biologia 1(ensino médio) biologia das células de Amabis Martho pela Moderna plus (2010)
>>> História conexões de Alexandre Alves, Letícia Fagundes pela Moderna plus (2013)
>>> Geografia conexões de Lygia Terra, Regina Araújo e Raul Borges pela Moderna plus (2012)
>>> Atividade em Feltro Foguete dos Cálculos de Claudia Maria Bertuqui Ribeiro pela Feltro (2020)
>>> Contribuição para a História da Revolução Constitucionalista de 1932 de Euclydes Figueiredo pela Livraria Martins (1954)
>>> Por São Paulo e pelo Brasil de João Neves pela Sem (1933)
>>> A Revolução Constitucionalista de Herculano C. e Silva pela Civilização Brasileira (1932)
>>> Química 1 (ensino médio) de Tito Canto pela Moderna plus (2010)
>>> Prefiero Espanol (ensino médio) 1 de Gretel Eres Fernandez pela Moderna (2010)
>>> A Columna Romão Gomes de Herbert V. Levy pela Saraiva & Cia (1933)
>>> Literatura (ensino médio) 1 de Maria Luiza M. Abaurre e Marcela Pontara pela Moderna plus (2010)
>>> Um Desconhecido de Danielle Steel pela Record (1999)
>>> Capacete de Aço de Affonso de Carvalho pela Civilização Brasileira (1933)
>>> Palmo a Palmo (a Lucta no Sector Sul) de Cap. Alves Bastos pela Sociedade Impressora Paulista (1932)
>>> Preces Atendidas de Danielle Steel pela Record (2009)
>>> Matemática (ensino médio) 1 de Manoel Paiva pela Moderna plus (2013)
>>> Agora Nós! de Paulo Duarte pela Sem (1927)
>>> Um Mundo que Mudou de Danielle Steel pela Record (1996)
>>> Revolucione sua qualidade de vida de Augusto Cury pela Sextante (2002)
>>> O poder de cura da linhaça de Conceição Trucom pela Alaúde (2015)
>>> 1934 de Alberto Moravia pela Riográfica (1986)
>>> 000 Contra Moscou Viagem ao País do Medo de Ibrahim Sued pela Bloch (1965)
>>> 1 de Janeiro de 1993 o Que Vai Mudar na Europa de Peter Sutherland pela Ed 70 (1993)
>>> 10 Anos de Aventuras na História - as Reportagens Fundamentais de Da Editora pela Abril (2013)
>>> 10 Décadas: a História do Santos Futebol Clube de Celso Jatene pela Companhia Ed Nacional (2012)
>>> 10. 000 Anos de Descobertas de Bruno Kaiser pela Melhoramentos
>>> 100 Crônicas Escolhidas Rubem Braga de Rubem Braga pela José Olympio (1958)
>>> 100 Dicas de Marketing Sexual para Homens de Roberto Bo Goldkorn pela Best Seller (2006)
>>> 100 Dicas Infalíveis para Emagrecer e Se Manter Em Forma de Fred A. Stutman M D pela Sextante (2010)
>>> 100 Dicas Infalíveis para Emagrecer e Se Manter Em Forma de Fred A. Stutman pela Sextante (2010)
>>> 100 Escovadas Antes de Ir para a Cama de Melissa Panarello pela Objetiva (2004)
>>> 100 Magias para Guardar Segredos de As Bruxinhas Witch pela Edelbra (2002)
>>> 1000 Perguntas Falências e Concordatas de Waldir Vitral pela Rio (1983)
>>> 1001 Dicas & Conselhos Úteis para Usar Melhor Seu Computador de Readers Digest pela Seleções Readers Digest (2002)
>>> 1001 E-mails Sherazade Conta Histórias Eróticas a um Marujo Solitário de Cynthia Dornelles pela Record (2003)
>>> 1001 Espetáculos da Natureza de Readers Digest pela Readers Digest (2003)
>>> 1001 Perguntas e Respostas Sobre Ciência de Joachim Czichos e Outros pela Readers Digest (2008)
>>> 11 de Setembro de 2001 uma Terrível Farsa de Thierry Meyssan pela Usina do Livro (2003)
>>> 11000 Noites de Eduardo Amorim Garcia pela Massao Ohno M Lydia Pires (1983)
>>> 12 Razões para Amá-la de Jamie S. Rich e Joelle Jones pela Devir (2007)
>>> 14 Degraus de Emi Bulhões de Carvalho da Fonseca pela O Cruzeiro (1971)
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 1/9/2016
Construindo a democracia através do cidadão 2
Antonio Feitosa dos Santos

+ de 400 Acessos



A democracia supõe que o cidadão, participa da discussão política, não se limita a reagir a este ou àquele acontecimento da conjuntura sócio econômica, ou medida governamental. Ao se contentarem em fazer valer seus interesses puramente particulares, sem perceber a realidade e a complexidade dos problemas, o governante será o único a fazer a “síntese” dessas opiniões múltiplas e singulares. Em outros termos, é o único que pode elaborar um projeto político e assim já não há mais democracia em sentido estrito.

O Estado será tão mais democrático quanto mais os cidadãos participarem da discussão e se manifestarem através dos jornais, sindicatos, partidos polípticos, entre outros. Assim como, julgarem dos seus pontos de vista a quem governa e pensarem os problemas em sua complexidade e em função do interesse geral. A decisão não resulta, então, de um único projeto, mas da escolha entre diferentes projetos possíveis.

Essa elaboração em comum dos projetos de ação torna possível um julgamento público correto. Esse é, ao mesmo tempo a determinação das finalidades e dos meios de ação, dos princípios e de suas conseqüências práticas. Será tanto mais correto quanto mais adaptado estiver à realidade da situação.

No debate político, cada um é levado a fazer valer sua interpretação da situação e a julgar o que convém fazer. Começam a se manifestar sob a forma de opiniões, sentimentos e do que, de modo geral, chama-se sensibilidade política. Essa sensibilidade é decerto determinada em parte pela origem social do indivíduo e por suas condições concretas de existência.

Toda sensibilidade política nutre-se de inúmeros fatores: tradição familiar, profissão e participação em um grupo de interesses, fidelidade a um partido, ligações sentimentais, etc. Ou seja, ela é largamente “herdada”. Está arraigado nas primeiras experiências da criança, os valores e crenças que ela tenha adquirido, no seio da família.

A participação na discussão dos temas de interesse público, é um elemento central da democracia. Na maioria das discussões políticas, os cidadãos não se interessam pelos pormenores das medidas técnicas, como lutar para fazer baixar a inflação ou para manter a dispersão nuclear do país em um nível confiável.

Eles falam de seus interesses e dos valores que lhes são caros - ao mesmo tempo, porque se apegam a eles e porque sua existência, deles dependem.

A educação deve permitir que a discussão política não se restrinja aos corredores do poder, aos acertos – tantas vezes escusos – nos quais os cidadãos contribuintes, mesmo espoliados, estão sempre no lado de quem perde. O dinheiro arrecadado dos cidadãos, através de dezenas de impostos camuflados em todas as operações financeiras são canalizados para o enriquecimento sem limites dos nossos lídimos representantes. E aí esbarramos em outra face do problema. Uma vez que elegemos livremente nossos representantes e o voto é universal, inseridos estamos nós num regime democrático.

Só que o sistema eleitoral nos deixam afastados desses representantes. Não nos dá condição de cobrar deles, o tempo todo, por sua atuação. A essa discussão, que se elabore sob a forma de vontade consciente o que, em cada indivíduo, é simplesmente sentido como justo ou sensato. Ela contribui para dar existência política e valores, que os governantes se esforçam para realizar, levando em conta as condições sociais, econômicas, militares e diplomáticas.

A educação dos cidadãos ativos deve, pois, oferecer os meios – a informação e o método - o gosto e o hábito da participação na discussão. Deve sem descanso reformular a questão dos princípios (os valores) que comprometem o futuro da comunidade e sem os quais a política não passa de um jogo infecundo e de rivalidades. Nesse sentido, ela implica numa prática de dialética no sentido socrático do termo, ou se preferirem, do diálogo. Isso confere sentido moral e político a ação dos educadores, com a condição, porém, de estes terem sidos formados para essa prática e considerarem a si próprios como homens cultos.

É possível agora concluir abrindo espaço para uma objeção. Nossa reflexão repousa nas idéias de educação e de democracia. A essas idéias, pode-se opor a realidade dos fatos. Em primeiro lugar, há “democracias” governadas não por verdadeiros homens de estado, mas por indivíduos medíocres, obsedados por interesses partidários. Além disso, a maior parte da população, na maioria dos estados não tem nenhum desejo de assumir responsabilidades públicas.

Muitos indivíduos se desinteressam totalmente dos problemas políticos, e os que escolhem participar dos assuntos, não têm necessariamente os meios para tal. Para levar uma “vida pública”, é preciso dispor de tempo e de recursos financeiros importantes. É também necessário fazer-se reconhecer no seio de um partido, de um sindicato ou de um grupo de pressão, adquirir influência e autoridade. O peso das instituições, dos “aparelhos” e das posições adquiridas não é nada desprezível.

Esses fatos são incontestáveis, mas em nada prejudicam a definição de democracia. Acontece aí o mesmo que na Geometria: na realidade não existe nenhum círculo perfeito, mas isso não prejudica o geômetra que busca definir o círculo. Ainda mais: é na medida em que se tem a idéia do círculo que se pode mostrar, cá e lá, as imperfeições dos círculos reais. Sem essa idéia ou essa definição pura, nem seria possível ver essas imperfeições. Por conseguinte, a busca de uma definição “ideal” de democracia não leva a desprezar a realidade por um mundo de idéias, sem consequências. Pois, sem idéia, qualquer juízo, mesmo crítico, é simplesmente impossível.

A construção e preservação da democracia há que passar pela educação do cidadão, caso contrário não haverá democracia e consequentemente não haverá a tão sonhada liberdade da raça humana.

Fontes bibliográficas:
Patrice Canivez, “Educar o cidadão”.
Sergio Buarque de Holanda, “Raízes do Brasil”.


Postado por Antonio Feitosa dos Santos
Em 1/9/2016 às 10h02


Mais Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MEU SER E PENSAR
AFONSO RODRIGUES S J
LOYOLA
(1981)
R$ 5,00



SABER AMAR: GERENCIANDO OS SENTIMENTOS COM INTELIGÊNCIA
LUIZ ALBERTO PY
ROCCO
(2006)
R$ 5,17



GERENCIANDO VENDEDORES PIT BULLS - PROGRAMA DE TREINAMENTO DA FORÇA
LUIS PAULO LUPPA
GESTAO COMPETITIVA
(2005)
R$ 10,00



PORTUGUÊS LINGUAGENS - 7
WILLIAM CEREJA & THEREZA COCHAR
ATUAL
(2014)
R$ 15,00



PRESERVAR O CORPO DURANTE A GRAVIDEZ, 2A EDIÇÃO
MAXIME BENABOU
COMPENDIUM
(1989)
R$ 11,16



INICIANDO OS CONCEITOS DA QUALIDADE TOTAL - SÉRIE QUALIDADE BRASI
EQUIPE GRIFO
PIONEIRA-GRIFO
(1994)
R$ 8,80



VÍNCULOS
LÚCIA PIMENTEL GÓES
ATUAL
(1987)
R$ 5,00



A VIDA DO BEBÊ
DR. RINALDO DE LAMARE
BLOCH
R$ 45,90



ODES
JOSÉ CARLOS SERUFO E MARCO AURÉLIO BAGGIO
SOGRAFE
(2010)
R$ 5,00



ONTEM À NOITE ERA SEXTA-FEIRA
ROBERTO DRUMMOND
SICILIANO
(1991)
R$ 8,00





busca | avançada
70622 visitas/dia
2,0 milhões/mês